De qual desenvolvimento estamos falando?

A experiência do território indígena Tacana II e sua forma de organização, no coração da Amazônia boliviana, é um testemunho fiel de possibilidades em defesa de sua visão de desenvolvimento contrapondo às ameaças do extrativismo. É uma resistência com o diálogo propositivo, fazendo valer seus direitos, negociando a coexistência com diferentes lógicas de desenvolvimento.

Para ter acesso ao documento

Pessoas para contato da experiência: Mario Paniagua (email) e Alcides Vadillo (email)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

− 8 = 1