Escolas da gente

« Barriga cheia… coração contente… e cabeça atenta » este é o lema permanente das Escolas de Promotores Voluntários

EPV Honduras (image)

Aprender uma agricultura onde a prioridade é produzir a própria comida, pôr em prática o que foi aprendido se comprometendo a transferir esse conhecimento aos outros ; seguir esse aprendizado durante mais de dois anos, através de oito módulos de três dias, preparados de maneira participativa… nem sempre foi fácil… No entanto, foi o que fizeram 72 participantes, bastante motivados, na sua maioria agricultores e agricultoras de Honduras.

É o isso que vemos neste documento, elaborado a partir de entrevistas com os participantes. O artigo destaca o impacto dessa experiência na vida dos ex-alunos das « Escolas », não somente no que se refere à transformação de suas práticas de produção, agroecológica e mais diversificada, mas também em suas vidas familiares e comunitárias, onde eles aplicam o que aprenderam e contribuem assim a mudar sua realidade social.

O documento realizado pela ANAFEA (www.anafae.org), Associação Nacional de Fomento da Agricultura Ecológica, também explica em sua primeira parte, como foi preparada essa iniciativa inovadora de ensino-aprendizagem, onde os alunos têm um papel ativo no desenvolvimento do projeto, onde os conhecimentos práticos em agroecológica são altamente valorizados e onde uma boa comunicação entre todos os participantes é um aspecto prioritário.
No artigo, os autores apresentam os momentos mais importantes desse processos e, em conclusão, as lições aprendidas com esse projeto.

Para ter acesso ao documento

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

94 − 85 =